quarta-feira, 2 de agosto de 2017

Mensagem do dia 02 de agosto

Você sabe o que é uma casa hospitaleira? É aquela que tem espaço para nos acomodar. Mas não é só isso, ela nos acomoda aceitando as nossas particularidades, aquilo que nos faz diferente. Uma casa hospitaleira nos abraça mesmo quando cometemos o maior dos nossos erros.
Você gostaria de morar numa casa assim?
E se eu te falar que esta casa é o seu coração?
Por isso eu te pergunto: Você se abraça? Se aceita? Se ama mesmo?
O amor começa dentro do nosso coração. Todo mundo tem a capacidade de amar, a verdade é que algumas pessoas têm medo desta centelha que nasce junto com a gente. Seja você uma casa hospitaleira. Abra espaço para a vida, para o amor e para a felicidade que você merece.
Mas lembre-se: A felicidade só consegue habitar em corações que descartaram a mágoa, o ressentimento, a raiva, a inveja, o ciúme. A verdadeira felicidade é uma moradora exigente. Aceita apenas o amor, o carinho, o companheirismo como vizinhos. Se encontrar alguma coisa que seja ruim, ela simplesmente vai embora.
Olhe para dentro do seu coração e, com muita calma, vai tirando aquilo que não é bom. Eu sei que dói mexer com certos sentimentos, sei que a mágoa gosta de criar raízes profundas que teimam em permanecer ali, mas um bom jardineiro tem muita calma e ele consegue sim, se livrar de todas as ervas daninhas que prejudicam o belo jardim dessa casa chamada coração.
Vamos abrir espaço para o que é bom. Vamos deixar a nossa casa arrumada para receber os amigos, vamos deixar o amor reinar dentro da gente.
E aí, você vai ver que a felicidade será sua hóspede permanente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário